A dieta do mediterrâneo, como fazer? O que é?

Entra nova dieta, sai nova dieta, e quem realmente busca qualidade de vida através da alimentação saudável fica perdido com a torrente interminável de informações despejadas por sites e revistas. Pois a prestigiada publicação internacional New England Journal of Medicine e no DNT online, publicou os resultados de uma extensa pesquisa realizada na Grécia que afirma os benefícios da chamada dieta do mediterrâneo.

Como é a Dieta do Mediterrâneo

dieta mediterranea

A dieta do mediterrâneo é uma das mais salutares misturas de sabores do mundo. Como o próprio nome diz, o cardápio desta dieta é baseado na alimentação dos países banhados pelo Mar Mediterrâneo, especialmente Grécia, Espanha, Portugal e Itália, além de parte da França. Os ingredientes mais utilizados são reconhecidamente benéficos: vegetais e legumes frescos, alho, tomate, peixes, frutas como a maçã e a uva, além do uso dos óleos de oliva e canola, cereais integrais, nozes, sementes, queijo branco, iogurte e vinho.

Os pesquisadores que publicaram o estudo comprovaram a eficácia da dieta do mediterrâneo tanto em dietas de emagrecimento quanto em aumento de qualidade de vida. O amálgama de alimentos tem baixo teor de gordura, e as poucas gorduras usadas são ricas em Ômega 3 e 6 e antioxidantes, que ajudam a produzir o colesterol bom (HDL, sigla em Inglês para colesterol de alta densidade). A dieta do mediterrâneo tem a mesma eficácia no combate ao colesterol ruim do que as estatinas, drogas usadas com o mesmo propósito.

Ainda de acordo com este mesmo estudo, quem consome a dieta do mediterrâneo com frequência (obviamente aliada a exercícios físicos regulares), tem 24 por cento menos risco de contrair câncer e 33 por cento menos chances de desenvolver doenças cardíacas, além da prevenir doenças degenerativas como Alzheimer e Parkinson. Foram pesquisados 22000 gregos para o obtenção destes resultados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *